domingo, 13 de maio de 2007

icones

Acho que antigamente todo mundo tinham mais preocupações com o exterior de si. Mas hoje todo mundo só quer falar de si. Se mostrar. Encantados com as personagens que vêem nos filmes se sobressaindo e vencendo e inspirando estes a se identificarem e querem se mostrar com tais idolos. Eu eu eu.. Me enjoei disso. É um excesso de midia individual na qual se expressam e buscam aceitação e identificação com outras pessoas as quais almejam. Frustrante. Não há mais vida social fora de si. Tudo acontece por dentro. Todas as impressões que criamos. Alguns viraram incapazes de se sociabilizarem sem esses icones de si mesmos...

5 comentários:

e. disse...

tudo bem que eu gostaria de ser viviane (the mists of avalon) ou quem sabe clarissa vaughan (the hours) mas enfim, isso de ídolos é um porre. às vezes conversando com amigos tenho a nítida sensação de que uns são che-guevaras outros potters.

Joo disse...

Eu assisto filmes em que os personagens são tão problemáticos que tô preferindo ser eu mesma, com meus problemas de pobre mortal!
:D

Joo disse...

Eu assisto filmes em que os personagens são tão problemáticos que tô preferindo ser eu mesma, com meus problemas de pobre mortal!
:D

Margah disse...

é por isso que as teorias da rotulação têm sido, atualmente, tão sustentandas por alguns estudiosos... tá que é sobre criminalidade essa teoria, mas se olhada de modo geral, se encaixa com essa falta de socialização dos serer.

ateh Sam!

Mi Honorato disse...

Os ídolos são criações das pessoas... eles só existem porque alguém os deseja... Mas o narcisismo em algúm nível é deveras chato! =/
Mas faz parte da vida ela não seduzir-nos (ou preenchermos) por completo...